Cremes e pomadas para vitiligo

Hoje trataremos sobre os cremes ou pomadas para vitiligo mais recomendados e utilizados pelos especialistas.

Como a medicina convencional ainda não encontrou uma cura para o vitiligo, os tratamentos médicos contemporâneos se concentram principalmente em dois objetivos: tentar conter o aparecimento de novas manchas e voltar a pigmentar as áreas da pele que já foram afetadas pela doença.

Normalmente, estes dois tipos de tratamento para o vitiligo são de longa duração e, a escolha de um ou outro, dependerá de vários fatores a serem considerados pelo médico, tais como o número de manchas, a sua dimensão e o seu formato, entre outros.

pomadas para vitiligoDevemos notar a este respeito que alguns pacientes reagem melhor a um determinado tipo de tratamento, de modo que este é certamente outro fator determinante.

Os tratamentos mais utilizados pelos médicos são: a administração de medicamentos de aplicação tópica (pomadas ou cremes), a fototerapia, a cirurgia e algumas terapias complementares, que podem ser utilizadas em conjunto com as anteriores.

Hoje compartilhamos com você informações sobre os tratamentos tópicos mais utilizados.

Mas lembre-se que isto pode ser usado apenas como orientação, pois a prescrição deverá ser sempre feita por um profissional após um exame minucioso do caso.

Conheça as pomadas para vitiligo mais utilizadas

Frequentemente, o tratamento com pomadas é acompanhado de fototerapia ou banhos de sol, algo que pode ajudar muito a melhorar a sua eficácia em alguns pacientes.

Os dois tratamentos tópicos mais usados são os cremes ou pomadas a base de corticosteroides e os que contêm quelina.

– O tratamento com corticosteroides tópicos

O objetivo deste tipo de tratamento é a pigmentação das manchas brancas causadas pela doença. Geralmente proporciona melhores resultados nas lesões mais recentes.

(Continua logo abaixo…)

Veja Mais Destaques:
Os benefícios do bicarbonato de sódio para a saúde
Tomar bicarbonato de sódio pode melhorar a saúde geral do corpo, mantendo o pH em níveis adequados. Consumido em porções ...
Leia Mais

Os benefícios do bicarbonato de sódio para a saúde

A canola é transgênica?
A canola é mais uma dessas histórias atuais que mostram como a ciência, afastada do comum das pessoas, se torna ...
Leia Mais

A canola é transgênica?

9 remédios naturais para a menopausa
A menopausa não chega de um dia para o outro, no entanto, a maioria das mulheres não está preparada, por ...
Leia Mais

9 remédios naturais para a menopausa

 

Cremes com corticosteroides funcionam muito melhor no vitiligo localizado, ou seja, quando as manchas não ocupam grandes áreas da pele.

Também é possível administrar corticosteroides por via oral para o tratamento de vitiligo, inclusive com resultados até melhores.

No entanto, a maioria dos médicos não recomenda o seu uso por causa dos seus efeitos colaterais graves.

Além disso, a utilização tópica destes fármacos permite o controle por parte dos pacientes, que podem suspender imediatamente a sua utilização, em caso de apresentarem efeitos colaterais indesejáveis.

Muitos médicos deixam a administração oral somente para os casos mais graves, embora seja possível escolher outras alternativas sem tantos efeitos colaterais.

É importante salientar que a utilização de tais cremes não é recomendada nas áreas mais sensíveis da pele.

Alguns especialistas combinam o uso destes cremes com a aplicação de radiação UVA, como uma forma de complementar o tratamento e melhorar sua eficácia.

– O tratamento com quelina

A quelina é uma substância extraída da planta Ammi visnaga e tem propriedades muito semelhantes a alguns químicos como os psoralenos, mas sem os efeitos colaterais destes, tais como as reações agressivas que sofrem na presença da radiação solar.

Quando se combina a sua utilização com o uso da radiação UVA, a quelina é ativada, provocando a pigmentação das lesões do vitiligo.

Este tipo de tratamento leva o nome de KUVA.

Assim como no caso anterior, a quelina também pode ser administrada por via oral, mas produz muitos efeitos colaterais, tais como hipertensão, tonturas, náuseas, dor de cabeça, perda de apetite e problemas no fígado, pelo que praticamente não se utiliza desta forma.

VEJA TAMBÉM:  A apneia do sono tem cura?

O tratamento tópico é realizado através da aplicação de uma pequena quantidade de creme diretamente sobre as lesões.

Depois, é necessário aguardar uns 30 minutos, após os quais o paciente é exposto à luz solar durante 15 minutos.

O ideal é realizar o procedimento uma vez ao dia.

Também é possível utilizar a pomada de quelina em combinação com a fototerapia com radiação UVB, no entanto, isto deve ser avaliado e recomendado pelo especialista.

Esperamos que estas informações sobre os cremes e pomadas para vitiligo lhe sejam de bastante utilidade.

Gostou deste artigo? Ajude-nos a divulgá-lo:
Loading...
4 Comentários

Deixe aqui a sua pergunta ou comentário:

Informação básica sobre proteção de dados
Responsável pelos dados: Carlos Correia | Finalidade: Gerenciamento e moderação de comentários | Legitimação: Seu consentimento expresso | Destinatários: Os dados que você proporciona ficarão hospedados nos servidores da empresa Banahosting | Direitos: Você tem o direito de acesso, retificação, limitação e supressão dos seus dados. | Veja a informação detalhada sobre a proteção de dados na nossa política de privacidade.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *