O que fazer para evitar estrias na gravidez

Durante a gravidez, o organismo da mulher experimenta mudanças importantíssimas que afetam todo o seu corpo, inclusive a pele. Especialmente a partir do sexto mês de gestação, a pele da mulher se estica demais e, a falta de elasticidade, pode provocar pequenas rupturas das fibras, deixando cicatrizes no abdômen, coxas, quadril e busto. Mas o que fazer para evitar estrias na gravidez?

É importante salientar que a pele tem uma capacidade muito grande de distensão (se estica até 10 vezes durante a gravidez), contudo, para que suas fibras não se rasguem, é necessário que esteja perfeitamente hidratada e nutrida.

Quando a pele está muito seca, suas fibras elásticas se rompem, deixando cicatrizes sinuosas avermelhadas ou roxas: são as temidas estrias da gravidez.

O que fazer para evitar estrias na gravidezDe acordo com estudos, 90% das mulheres tem estrias entre a 22ª e a 32ª semana de gestação, no entanto, esses números poderiam diminuir drasticamente se as grávidas se cuidassem.

Aprenda o que fazer para evitar estrias na gravidez

Como a prevenção é sempre a melhor alternativa, se você estiver grávida, com certeza vão lhe interessar as dicas que compartilhamos a continuação para evitar as estrias, contudo, é muito importante que siga as recomendações desde o início da gestação, continuando por alguns meses após o parto.

1- Mantenha a pele hidratada

Beba pelo menos dois litros de água por dia. Dessa maneira, hidratará sua pele desde o interior, aumentando sua elasticidade.

Aplique um bom creme hidratante duas vezes ao dia para conservar a elasticidade natural da pele, garantindo que esteja preparada para esticar-se, sobretudo nas regiões problemáticas: abdômen, coxas, quadril e busto.

2- Melhore a sua alimentação

Têm alimentos que podem ser bons aliados na prevenção das estrias.

Aumente o consumo de alimentos ricos em proteínas, vitaminas, minerais e outros nutrientes.

VEJA TAMBÉM:  Tipos e causas de manchas na pele

Os alimentos ricos em vitamina A (laticínios, cenoura, nêsperas), C (frutas cítricas, kiwi, batata, alface, tomate) e E (cereais, legumes, azeites com ômega 3), além do mineral magnésio, são indispensáveis para sintetizar corretamente o colágeno da pele e colaborar na regeneração do tecido conjuntivo.

Os ácidos graxos essenciais encontrados no azeite de oliva, legumes e alguns peixes, dão elasticidade à pele e colaboram na produção do colágeno.

3- Controle seu peso

O aumento de 15 kg ou mais durante a gravidez, além de ser prejudicial para a saúde da mãe e do seu bebê, faz com que a pele se estique além do normal, produzindo a ruptura das fibras.

Por outro lado, após o parto, a perda repentina de peso fará com que as estrias se notem ainda mais.

4- Use un creme antiestrias

Um bom creme contra as estrias deve hidratar, revitalizar e restaurar a pele.

Use um creme a base de centelha asiática, óleo de rosa mosqueta, óleo de jojoba ou de borragem, além de vitamina E.

Aplique o creme nas regiões problemáticas duas vezes ao dia (pela manhã e à noite) com suaves massagens circulares, que melhorarão sua absorção e ativarão a circulação.

É importante que continue usando o creme por dois ou três meses após o parto, até que a pele volte ao seu estado normal.

5- Faça exercício regularmente

Pratique principalmente exercícios aeróbicos suaves para manter-se em forma. Um bom tônus muscular e um baixo percentual de gordura são importantes para evitar a ruptura das fibras da pele.

6- Use protetor solar

Evite a exposição ao sol nos horários de maior intensidade e use um bom protetor solar nos demais horários.

VEJA TAMBÉM:  Como tirar manchas escuras do rosto

Após o sol, lembre-se de hidratar sua pele novamente.

7- Não fume

Além do mal que pode provocar ao seu bebê, o fumo diminui a produção de colágeno e elastina, favorecendo o aparecimento de estrias.

Esperamos que tenha gostado deste artigo sobre o que fazer para evitar estrias na gravidez

2 comentários em “O que fazer para evitar estrias na gravidez”

  1. Ótimo artigo, só não concordei com a questão do peso que a gravida pode atingir; 15 kg não é o padrao do que se pode engordar, isto vai depender sim do cálculo de IMC (indice de massa corporal) grávidas quanto mais acima do seu peso ideal menos ela deve engordar. Como meu IMC estáva equilibrado ou seja eu engravidei magra então posso engordar até 18 kg. Com 32 semanas ja engordei 17 kg eu e meu bebê estamos super saudáveis.

    Responder
    • Olá Karoline,
      Respeito a sua opinião, no entanto, neste momento os médicos mais atualizados já não dão tanta importância ao IMC como davam no século passado.
      O índice considerado mais importante na atualidade é o percentual de gordura corporal.
      Este índice pode ser medido com um adipômetro ou um medidor de gordura corporal por bioimpedância magnética, pergunte ao seu médico se dispõe de um.
      Obrigado pelo seu comentário.
      Saudações!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

19 − oito =

Informação básica sobre proteção de dados
Responsável pelos dados: Carlos Correia | Finalidade: Gerenciamento e moderação de comentários | Legitimação: Seu consentimento expresso | Destinatários: Os dados que você proporciona ficarão hospedados nos servidores da empresa Hostinger | Direitos: Você tem o direito de acesso, retificação, limitação e supressão dos seus dados. | Veja a informação detalhada sobre a proteção de dados na nossa política de privacidade.