Quantcast

Crianças com Triglicérides e Colesterol Elevado

É verdade que muitas crianças estão com os triglicérides e o colesterol ruim acima dos níveis considerados normais?

Uma pesquisa da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas, SP) com 1.937 crianças e adolescentes entre dois e 19 anos atendidos no Hospital das Clínicas da Universidade constatou que quase metade deles possui triglicérides e colesterol elevado.

44% das crianças têm níveis de colesterol elevado

Segundo o estudo, 44% dos pesquisados apresentaram índices elevados de colesterol.

“Eu exagerava nos alimentos ricos em gordura quando tinha 11 anos e meu colesterol estava em 269 mg/dL. Então iniciei o tratamento com dieta e esportes. Hoje meu colesterol é 160 mg/dL”, diz a estudante Jéssica Rossi Ruggeri, 17 anos, que ainda precisa diminuir seu índice.

A pesquisadora responsável, Eliana Cotta de Faria, do Departamento de Patologia Clínica da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, atribui os altos índices a fatores de risco como sedentarismo, má alimentação, obesidade e diabetes, além da hereditariedade.

Continua abaixo…


VEJA TAMBÉM:


De acordo com a pesquisa, 44% das crianças entre dois e nove anos apresentaram valores alterados do colesterol total, 36% delas, do LDL (colesterol ruim) e 56%, dos triglicérides.

Os altos índices de triglicérides estão associados a um risco maior de doença coronariana.

O resultado foi muito similar no grupo dos adolescentes e jovens de 10 a 19 anos.

“Não é de se estranhar que a população hospitalar tivesse índices um pouco mais altos. Mas não imaginávamos que estes índices seriam tão altos”, diz Faria.

Não há dados brasileiros sobre a taxa de colesterol entre crianças e adolescentes, e, segundo Ieda Jatene, presidente do departamento de cardiologia pediátrica da SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia), não é possível extrapolar os números encontrados na Unicamp para o resto do país.

Crianças com colesterol elevado

– Gordura trans

Para Roseli Sarni, pediatra e Presidente do Departamento de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, uma das explicações para os níveis elevados de colesterol, além de maus hábitos alimentares em geral, é o mau entendimento dos rótulos de produtos com gordura trans.

“Quando a mãe lê ‘zero’, ela entende que o alimento é livre desse tipo de gordura, o que não é verdade”, diz.

A legislação admite que o fabricante diga que seu produto tem “0% de gordura trans” quando tem até 0,2 g do elemento por porção. Com isso, a criança é liberada a consumir alimentos com esse tipo de gordura.

A prevenção, segundo Eliana Faria, começa com o estilo de vida da família, que é transposto para a realidade da criança.

“Uma criança não pode decidir comer mais legumes se os pais não compram legumes”, diz.

– Como reduzir os níveis

Para diminuir os níveis de triglicerídeos e colesterol ruim no sangue, devem ser priorizados dieta balanceada e exercícios físicos.

É preciso estimular o consumo de frutas, verduras, legumes, peixes marinhos e azeite de oliva, reduzir o consumo de frituras, açúcares e gorduras, e preferir alimentos integrais (menos o leite integral, que tem gordura demais).

As mudanças, no entanto, não devem ser drásticas, pois a criança pode ficar ainda mais resistente em mudar sua alimentação.

Ou seja, começamos com uma mudança quantitativa, para depois fazer a qualitativa. Isto é: o recomendado é reduzir alimentos que aumentam os triglicerídeos e o colesterol ruim, para, gradativamente, substituí-los por opções mais saudáveis.

Por outro lado, é necessário estimular as atividades físicas, pois as crianças e os adolescentes estão cada vez mais sedentários.

– Medicamentos eficazes

A Academia Americana de Pediatria já tomou uma decisão radical em relação às crianças com colesterol elevado: orientou que os pequenos acima de oito anos sejam medicados com fármacos (estatinas) para prevenir doenças cardíacas.

No Brasil, os pediatras indicam medicamentos a partir dos dez anos, mas apenas para crianças com uma doença genética chamada hipercolesterolemia familiar, que eleva os níveis de colesterol, independentemente do estilo de vida individual.

Para as demais, eles defendem uma dieta equilibrada associada a exercícios físicos.

A cautela tem justificativa. Não há estudos a longo prazo sobre o uso das estatinas em crianças ou que mostrem que, usando a medicação precocemente, elas estarão mais protegidas do que aquelas que iniciaram a terapia na vida adulta.

Recomendações finais

A maioria dos brasileiros tem o mau hábito de abrir o resultado dos exames e pedir opinião a pessoas que não conhecem o quadro clínico do paciente. 

Em vez de fazer isso, leve os resultados ao pediatra que os solicitou.

Ele é o profissional que realmente conhece o caso do seu filho e saberá interpretar os resultados melhor do que ninguém.

Baseado nisto e se houver necessidade, pode ter certeza que o profissional lhe indicará o tratamento que for mais adequado.

Você também poderá gostar de ver:

=> Como baixar o colesterol LDL de forma natural.

Foi tudo pelo momento. Esperamos que tenha achado útil este artigo sobre as crianças e adolescentes com triglicérides e colesterol elevado. Que tal começar a mudar os hábitos do seu filho hoje mesmo?

GOSTOU DESTE ARTIGO? AJUDE-NOS A DIVULGÁ-LO:

OUTRAS PESSOAS ESTÃO VENDO:

114 comentários em “Crianças com Triglicérides e Colesterol Elevado”

  1. Bom dia,a minha filha esta com o colesterol ldl 135 os outros todos bom,levei os resultados p a pediatra e ela mandou tirar frituras e mudar alguns lanchinhos.ela tem 9 anos e a familia do pai todos tem o colesterol alto.a minha filha come muitas coisas saudáveis, frutas bastante ,verduras adora salada,e nao comemos muitas frituras. Não entendo porque da limitrofe.mudei os lanches dela para a linha integral,o leite desnatado,carne frango grelhados e coloquei avei em toda a sua alimentação. Vou comprar qinoa para por no arroz.tmb estou dando p ela granola nos danone,ela gosta de fazer salafa de frutas e jogar danone em cima com granola pode.?me ajude em algumas dicas.

    Responder
    • Boa tarde Fátima,
      A alimentação parece estar correta, no entanto, não mencionou se a sua filha faz alguma atividade física diariamente.
      Isso é fundamental para levar o colesterol LDL aos níveis normais.
      As crianças de hoje em dia estão muito sedentárias, incentive-a a fazer brincadeiras ou jogos que incluam atividades físicas.
      Saudações!

    • Olá Suelen,
      Deverá confiar na opinião da pediatra, pois nas crianças pode variar e é ela quem conhece o quadro clínico da sua filha.
      Saudações!

  2. Olá bom dia estou desesperada já marquei a consulta com a pediatra mais como está muito longe resolvi tirar essa duvida com vocês:
    o colesterol total do meu filho de 2 anos e 1 mês deu 210mg/dl o colesterol hdl deu 57mg/dl e o triglicérides deu 160mg/dl estou preocupada com estes resultado como proceder é algo grave ?

    Responder
    • Boa tarde Ana Paula,
      Nos adultos o nível de triglicérides considerado normal é de até 150mg/dL, mas nas crianças isso pode mudar um pouco, só o pediatra poderá lhe dar uma informação correta.
      Com respeito ao colesterol, você deve olhar no exame onde diz “colesterol LDL” (é o colesterol “ruim”): o nível não deve ultrapassar os 110 mg/dL.
      Lhe recomendamos que veja no artigo onde diz “Como reduzir”, ali tem algumas dicas que poderão ajudá-la.
      Saudações!

  3. Olá bom dia!!!
    Minha filha tem uma dieta bem regulada por problemas intestinais os alimentos que ela consomem são ricos em fibras, não come embutidos e nem come guloseimas e o exame dela de triglicérides deu 126 mg/dl, estou preocupada porque além de tudo é uma criança que come tudo de pouco não se alimenta de “bobeiras” consome frutas e verduras diariamente.

    Responder
    • Bom dia Carla,
      Nos adultos, o normal é até 150 mg/dL, mas nas crianças pode variar um pouco.
      O recomendável é que leve o resultado do exame no pediatra, pois ele conhece o quadro clínico completo dela.
      De qualquer maneira, não mencionou se ela faz exercícios físicos.
      É fundamental que estimule as brincadeiras que necessitem atividade física, pois as crianças de hoje em dia costumam levar uma vida muito sedentária.
      Saudações!

  4. Bom dia
    Minha irmã tem 2 e 11 meses, a pediatra pediu o exame de rotina no primeiro exame o colesterol total foi de 202 mg/dL e o Triglicerídeos foi de 129 , mudamos a alimentação dela mas de um tempo pra cá ela não se alimentava muito bem, sempre dava suco de laranja depois do almoço e do jantar e mesmo que não comi ela estava tomando o suco , come fruta cedo. Só que uns dia antes de fazer o segundo exame pra ver o colesterol, ela comeu bolo e outros doces e o mês de Dezembro é um pouco difícil controlar a entrada de doces aqui em casa, foi feito o exame e o resultado dessa vez foi o colesterol 216 mg/dL e a Triglicerídeos foi de 112 mg/dL.
    Queria uma ajuda para melhorar essa situação. Pois tentamos uma vez e não conseguimos.
    Obrigada pela atenção.

    Responder
    • Olá Karen,
      Por favor veja no artigo onde diz “Como reduzir”.
      Saudações!

  5. ola ..boa tarde tenho um filho 9anos e 5 meses fiz uns exames nele e peguei agora os resultado e vi que o glicemia deu 73 trigli deu 51 e o colesterol ldl deu 135…fiquei preoculpada…gostaria de saber se esta muito fora pra idade dele …tenho retorno da pediatra marcado …ele esta fazendo duas vezes natacao na semana e caminhada pra ajudar …e esta tomando agua da berinjela com suco laranja em jejum tds os dias ja ate acostumou ….sera que posso dar omega 3 para ele tambem ? obrigada

    Responder
    • Olá Dayana,
      O colesterol LDL está alto, o normal seria até 110 mg/dL.
      Vai precisar fazer algumas mudanças na alimentação dele.
      Estimule-o a comer frutas, verduras, legumes, grãos integrais e seus derivados, peixes marinhos que contenham ômega 3 (salmão, atum, arenque, cavalinha, etc) e use azeite de oliva nas saladas.
      Reduza o que puder o consumo de gorduras saturadas, frituras e açúcar (doces em geral, incluindo bebidas açucaradas).
      Mas lembre-se de fazer estas mudanças gradativamente, para ele não ficar resistente.
      Sucesso!

  6. Olá boa tarde! Minha filha tem dois anos e 4 meses e fez os exames e segundo o médico o colesterol está ótimo, tudo bem abaixo dos valores de referência,porém o triglicerides deu 121, o médico disse que era para ter dado no máximo até 100…

    Responder
    • Olá Simone,
      Nos adultos o normal é até 150 mg/dL, mas nas crianças pode variar.
      Cada pediatra tem a sua tabela, muitas vezes fruto da sua experiência com os seus pacientes.
      Confie nele e siga as suas orientações, pois é ele que conhece o quadro clínico do seu filho.
      Saudações!

  7. OLA MINHA FILHA TEM 1ANO E 7 MES O COLESTEROL DELA DEU 188 HDL 63,0 LDL 97,3 R.. COLESTEROL 2,98 HDL 2,98 VLDL 1,74 GRICOSE 85,8

    Responder
    • Olá Kelly,
      Desculpe mas não achamos sua pergunta, só tem um relato…
      Aparentemente está certo, mas deve levar o resultado dos exames ao pediatra que os solicitou, pois é só ele que tem o histórico clínico da sua filha.
      Saudações!

  8. Olá! Meu filho tem 3 anos e sua alimentação eu considero normal pois não toma refrigerantes, não come maionese, ketchup, squilhos, recheados, bobos coisas do tipo, o que come é pizza e misto alguns finais de semana e seu triglicérides deu 175!!! fui ao pediatra e me encaminhou para um nutrólogo q solicitou novos exames, estou preocupada nesse casso o que tirar? devo dar agora só frutas e verduras para ele ? tem outra coisa q possa ta aumentando os triglicérides ?

    Responder
    • Olá Rejane,
      Enquanto aguarda pela orientação do nutrólogo, estimule seu filho a consumir frutas, verduras, legumes, peixes marinhos e alimentos integrais (menos o leite integral).
      Além do mais, possivelmente esteja faltando algum exercício.
      De um modo geral, as crianças de hoje em dia estão muito sedentárias.
      Incentive-o a praticar brincadeiras ou jogos que tenham alguma atividade física.
      Saudações!

  9. Olá minha filha tem 11 anos , peguei os exames dela , e fiquei muito preocupada .
    Glicose 96.0 mg/dl
    Triglicerídeos 259
    Colesterol HDL 46
    Colesterol LDL 91
    Colesterol total 189

    Já marquei com a pediatra dela , mas estou muito preocupada , o que pode me dizer , sobre estes valor.Desde já agradeço

    Responder
    • Olá Glaci,
      Os triglicerídeos da sua filha estão muito altos, o normal seria até 150 mg/dL.
      Enquanto espera a consulta com a pediatra, deve tentar mudar a alimentação e o estilo de vida dela.
      Veja no artigo onde diz “Como reduzir”.
      Lembre-se de fazer as mudanças gradativamente, para ela não ficar resistente.
      Sucesso!

  10. Ola peguei o exame do meu filho de 04 anos hoje e me assustei, com triglicerides de 148 colesterol de 184 hdl 50 e ldl 104, e dentro dos valores referencias do exame estao todos alterados me ajude

    Responder
    • Olá Erika,
      O primeiro que deve fazer é levar os resultados dos exames ao pediatra que os solicitou.
      Ele é o profissional que conhece todo o quadro clinico do seu filho e a pessoa mais indicada para ajudá-la.
      Cada pediatra tem os seus próprios critérios, mas de um modo geral:
      – os triglicerídeos estariam praticamente no limite, que nos adultos é de 150 mg/dL, mas nas crianças isso pode mudar;
      – o colesterol LDL também está próximo do limite, que é 110 mg/dL.

      Enquanto seu filho não for atendido pelo médico, pode ir melhorando a alimentação e estilo de vida dele, por favor veja no artigo onde diz “Como reduzir”.
      Saudações!

  11. Minha Filha tem 06 anos fiz o exame dela e peguei o resultado hj:
    Colesterol Total . 202,2 mg/dl
    Trigliceridios 67,7 mg/dl
    HDL 60,5 mg/dl
    LDL 128,2 MG/DL
    Relação colesterol/HDL 3,34
    HDL 141,7 mg/dl
    VLDL 13,5 mg/dl

    E a do meu filho de 08 anos
    Colesterol Total . 197,7 mg/dl
    Trigliceridios 64,1 mg/dl
    HDL 53,7 mg/dl
    LDL 131,2 MG/DL
    Relação colesterol/HDL 3,68
    HDL 144 mg/dl
    VLDL 12,8 mg/dl
    Glicose dele 90,8 mg/dl
    Gostaria de uma orientação

    Responder
    • Olá Marcia,
      O colesterol “ruim” (LDL) de ambos está alto, o ideal seria até 110 mg/dL, mas você deve levar o resultado dos exames ao pediatra que os solicitou, pois só ele conhece o quadro clínico completo e poderá orientá-la corretamente.
      Por enquanto o que pode ir fazendo são algumas mudanças saudáveis na alimentação e no estilo de vida deles: veja no artigo onde diz “Como reduzir”.
      Mas devem ser graduais e principalmente dar o exemplo.
      Saudações!

  12. Bom dia, meu filho tem 8 anos, o exame dele deu 84 de glicose, 44 triglicerideos, 192 colesterol total, 33 hdl, 150 ldl , ferro 197 ferritina 55 . Acabei de pegar o exame, irei marcar a pediatra , mais fiquei muito preocupada. Pode me esclarecer por favor ? Obrigada

    Responder
    • Boa tarde Karina,
      O colesterol LDL (colesterol “ruim”) dele está muito alto: o ideal seria até 110 mg/dL.
      Deve marcar com a pediatra com urgência e fazer um tratamento, mas por enquanto pode (ou melhor, deve) ir fazendo algumas mudanças na alimentação e no estilo de vida dele.
      Estimule o consumo de frutas, verduras, legumes, peixes marinhos e alimentos integrais (menos o leite integral).
      Reduza o consumo de frituras, gordura animal e açúcar.
      Por outro lado, estimule-o a praticar atividades físicas, as crianças de hoje em dia estão cada vez mais sedentárias.
      Mas lembre-se de fazer estas mudanças gradativamente, para ele não ficar resistente, e principalmente dar o exemplo.
      Saudações!

  13. Boa tarde meu filho tem 4 anos e 19kilos levei ele pra fazer exames de rotina e os resultados a médica falou que seu colesterol estava elevado fiquei bastante nevorsa pois temos um grande historico na família esses foram os resultados do exame dele:Glicose:89mg/dl Colesterol total:169mg/dl Colesterol HDL:28mg/dl Colesterol LDL:121.6mg/dl colesterol VLDL:19.4mg/dl Triglicerideos:97mg/dl

    Responder
    • Olá Julyane,
      O colesterol “ruim” (LDL) dele está alto, pois o ideal seria até 110 mg/dL.
      No entanto, tem solução de forma simples, porque ainda está dentro de uma faixa não considerada grave, que vai de 111 mg/dL até 130 mg/dL.
      Para baixá-lo, siga as orientações da pediatra, veja nossas recomendações de alimentação acima e estimule-o a praticar brincadeiras ou jogos que tenham atividades físicas.
      Saudações!

  14. meu filho tem 12 anos e pesa 54 kilos e fiz exames nele r deu colesterol 180,97mg/dL e o triglicerídeos deu 146,36mg/dL e ele tem um problema q transpira muito principalmente na cabeça os cabelos ficam encharcados
    t3 total 1,37ng/mL
    t4 total 10,70yg/dL.

    Responder
    • Olá Marcia,
      Com relação aos triglicerídeos: nos adultos é considerado normal até 150 mg/dL, mas nas crianças e adolescentes pode mudar um pouco.
      Verifique quanto deu o colesterol LDL (colesterol “ruim”): o ideal é até 110 mg/dL.
      Por favor leve os exames no médico que os solicitou, ele é o profissional mais indicado para interpretá-los, pois é quem conhece melhor o caso de seu filho.
      Saudações!

  15. Olá, meu marido tem colesterol alto. É magro, não se alimenta mal, caso dele é familiar. Tem que tomar remédio constante. Em compensação meu colesterol é excelente. Por conta disso fico preocupada com meu filho, se ele irá “herdar” do meu marido. Meu filho tem alimentação excelente, come super bem, não come muitas besteiras. Fiz exame de sangue nele semana passada. Vou te mostrar os resultados para ver se ele tem a tendência.
    Colesterol Total…………: 161 mg/dL
    Colesterol HDL…………..: 47 mg/dL
    Colesterol LDL…………..: 100 mg/dL
    Colesterol VLDL………….: 14 mg/dL
    Relações de Riscos.: C/HDL..: 3,43
    LDL/HDL: 2,12
    Triglicérides……………: 71 mg/dL

    Responder
    • Olá Mariana,
      Os exames do seu filho estão ótimos.
      Existe uma doença genética chamada “Hipercolesterolemia Familiar”, mas é bastante rara: se estima que apenas 0,2% dos brasileiros possam sofré-la.
      Se esta doença foi de fato confirmada no seu marido, é bom ficar de olho no seu filho, porque as chances de tê-la herdado são bastante altas.

      Como medida preventiva ou paliativa, além da alimentação saudável, se recomenda fazer exercícios aeróbicos regularmente (mínimo 1 hora / 3 dias na semana).
      No caso do seu filho, é bom estimular as brincadeiras ou jogos que tenham atividades físicas.
      Saudações!

  16. Ola boa tarde,tenho uma filha de 11 anos e esta um pouco a cima do peso e os exames dela deram q o triglicerídeos esta em 162mg/dl o colesterol 139 mg/dl HDL 41mg/dl e LDL 65,6.to muito preocupada ja cortei bolacha,salgadinhos etc.. to muito preocupada.o que posso esta fazendo pra ajudar abaixar mais

    Responder
    • Boa noite Kelly,
      Só os triglicerídeos dela que estão um pouco acima do normal.
      Nos adultos o limite é 150 mg/dL, mas nas crianças e adolescentes pode variar um pouco.
      Por favor, veja no comentário anterior ao seu (imediatamente abaixo) as recomendações que demos para a Teresa.
      Sucesso!

    • Olá Tereza,
      Os resultados dos exames demonstram uma alimentação desbalanceada e/ou vida sedentária.
      É preciso que estimule seu filho a consumir frutas, verduras, legumes, alimentos integrais e peixes marinhos.
      Elimine a gordura hidrogenada, troque o óleo de soja por azeite de oliva e reduza o consumo de açúcar, carboidratos simples (farinha branca, etc.) e gordura animal.
      Por outro lado, estimule-o a praticar brincadeiras que usem a atividade física.
      As mudanças devem ser gradativas, até que ele se acostume com uma alimentação saudável.
      Sucesso!

  17. Boa noite, estou desesperada, minha filha tem 1 ano e 3 meses. O exame de triglicerídeos deu 165mg. O colesterol total deu 152mg, mas a pediatra não pediu fracionado, o que nos impede saber se o “bom” está baixo e o “ruim” está alto. Devo me preocupar com o Triglicerídeos? Glicose deu 85mg.

    Responder
    • Bom dia Karen,
      Nos adultos é considerado normal um nível de triglicerídeos de até 150 mg/dL, mas nas crianças pode mudar um pouco, por isso é bom levar os resultados na pediatra que está atendendo sua filha.
      Por enquanto você pode fazer algumas mudanças saudáveis para tentar diminuir o nível, por favor veja no artigo onde diz “Como reduzir”.
      Sucesso!

  18. Obrigado pelas dicas já comecei de agora a estimular comer frutas e nada de besteiras mais fico agradecida mesmo bjs…

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

9 + quatro =

Informação básica sobre proteção de dados
Responsável pelos dados: Carlos Correia | Finalidade: Gerenciamento e moderação de comentários | Legitimação: Seu consentimento expresso | Destinatários: Os dados que você proporciona ficarão hospedados nos servidores da empresa Hostinger | Direitos: Você tem o direito de acesso, retificação, limitação e supressão dos seus dados. | Veja a informação detalhada sobre a proteção de dados na nossa política de privacidade.